RSS

Homenageando Zé da Terreira

15 Abr


Zé da Terreira, te conheci assim… igual como tu é…
Tá fazendo 20 anos. Foi o primeiro Ator em cena que vi aqui.
Na rua fazendo Teatro… e me emocionei…
Sempre foi referência. Sempre foi reverência!
De tão irreverente que és…

Parabéns Zé da Terreira, por nunca desistir de tua Arte
Assim, puderam milhares e milhares de pessoas,
Se emocionar… se questionar… sorrir… dançar…
Amar, amar e Amar… Obrigada Zé… Continua aí!
Fotos: Rosane Scherer – Feira do Livro de POA (2011)

HOMENAGEM A ZÉ DA TERREIRA
(morador da Casa do Artista Riograndense)
Quando: segunda-feira, 16 de abril às 18h
Onde: Teatro RENASCENÇA (Av. Érico Veríssimo, 307)
Por que: Atitude do IV Festival de Teatro de Rua de POA

José Carlos Peixoto, Zézão ou Zé da Terreira, personalidade do meio cultural de Porto Alegre, cantor e ator, nasceu em Rio Grande, em 1945. Chegou à cidade de navio, quando tinha 17 anos. Em 1969, estudou no Departamento de Artes Dramáticas da UFRGS (DAD). Foi para o Rio de Janeiro em 1970, conviveu com o grupo Tá na Rua. Participou como cantor no Festival Universitário de Música Brasileira. Recebeu prêmios e um convite para integrar o elenco da primeira montagem brasileira da ópera-rock Hair. Em 1984, de volta a Porto Alegre, trabalhou no Ói Nóis Aqui Traveiz e no grupo teatral Oficina Perna de Pau. Em 2000, recebeu da Câmara Municipal de Porto Alegre o Prêmio Qorpo Santo pelos inúmeros serviços prestados à cultura local. E em 2009 o prêmio do Iphan, Personagens do Centro de POA. Em 2002, lança o CD “Quem Tem Boca é Pra Cantar”. Montou os shows Césio 137, na Terreira da Tribo, Tiro ao Álvaro, com músicas de Adoniran Barbosa, e África-Brasil, com apresentações ao ar-livre. Participou, como cantor/ator nas peças “Jacobina, Balada para um Cristo Mulher” e “A Exceção e a Regra”, de Bertold Brecht – nesta, encenada pelo Ói Nóis Aqui Traveiz, onde participou também como compositor, ao lado de Johann Alex de Souza e Mário Falcão, musicando as letras do dramaturgo alemão. Atualmente Zé colabora com participações e como referência para vários grupos de teatro de rua que vêem nele uma síntese destes vários aspectos da constituição do Teatro de Rua.

Seguido da palestra com Hamir Haddad das 19h às 21h
PALESTRA: “Arte Pública” – Com Amir Haddad

Página do IV Festival de Teatro de Rua de POA de 8 a 17 de abril:
http://ftrpa.com.br/

Página da Casa do Artista Riograndense:
http://http://www.casadoartistariograndense.blogspot.com.br/

Anúncios
 

Etiquetas: , , , , ,

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: